Leia os assuntos mais importantes sobre pilates.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

11/04/2013

ALONGAMENTO... VOCÊ SABIA???

Alongamento pode reduzir produção de força máxima...


   O alongamento muscular está entre as técnicas mais utilizadas em clínicas e academias. Entretanto, ainda existem muitas dúvidas a respeitos dos efeitos de um alongamento, o momento certo de realizar e como realizar.

 

   Quanto aos efeitos de um alongamento, podemos definir alguns pontos importantes, como:

 

   1 - Já é bem definido na literatura, que o alongamento antes de qualquer atividade física, NÃO previne uma provável lesão.

Entretanto, realizar alongamentos com freqüência, pode levar a uma melhora da organização postural e dessa forma, reduzir os riscos de prováveis problemas.

 

   2 - Os efeitos do alongamento podem ser divididos em agudos e crônicos. Os agudos ou imediatos são resultado da adaptação do componente elástico da unidade musculotendínea. Portanto, após um alongamento não é correto dizer que houve ganho de flexibilidade, mas sim houve ganho de ADM.

Já os efeitos crônicos resultam em remodelamento adaptativo da estrutura muscular, com provável acréscimo do número de sarcômeros em série, o que implica em aumento do comprimento do músculo.

 

   3 - Outro ponto importante em relação aos efeitos de um alongamento é que: o alongamento agudo pode reduzir de 10% a 30% a capacidade de um músculo em produzir força máxima. Alguns autores, sugerem, que a diminuição da força muscular estaria associada à redução no recrutamento de unidades motoras, ativação dos órgãos tendinosos de Golgi e conseqüente acomodação das fibras.

 

   4 - Então, qual seria o momento certo de realizar um alongamento??

Se você for realizar uma atividade que requer desempenho de força máxima, o melhor momento seria após essa atividade.

   Então, o que fazer antes??

Antes dessas atividades, realize um aquecimento específico para o grupo muscular que será trabalhado.

 

   Por fim, é importante relatar que essas informações são todas provenientes de artigos científicos publicados e que a literatura ainda não apresenta um consenso entre os diversos pesquisadores. Dessa forma, em relação ao conteúdo informado, pode existir divergências entre pesquisadores.

 

Até a próxima...

 

Prof. Dr. Guilherme Bertolino